Entenda definitivamente sobre um Perito de Engenheiro Civil

Os profissionais da construção com o seu trabalho é fundamental para garantir a segurança pessoal, empresarial, imobiliária e até mesmo questões ambientais técnicas.

Na esfera judicial esse profissional – quando nomeado como Perito Judicial – deve auxiliar o Juízo a compreender questões técnicas apresentadas no laudo. Existem casos que são complexos e abrangentes, que são necessários a indicação de assistentes técnicos das partes envolvidas para identificar possíveis contradições no relatório oficial.
O perito em engenharia tem como dever investigar, analisar informações e apresentar pontos que possam orientar o juiz a concluir uma ação judicial.

Vamos explicar tudo o que você precisa saber sobre a área de atuação desse profissional. Entenda o quão grande sua responsabilidade ética se torna quando é necessário não se deixar por questões de interesse particular.

Qual o papel do Perito Engenheiro Civil?

É importante entender a atuação do Perito Engenheiro Civil de maneiras distintas, podendo esse profissional prestar seus serviços para empresas ou na esfera judicial.

O Perito Engenheiro Civil pode atuar nas seguintes áreas:

  • Vistorias de imóveis
  • Exames de construção
  • Estudos de mercado imobiliário
  • Perícias
  • Assistências técnicas judiciais e extrajudiciais

A avaliação de empreendimentos ou grandes empresas é parte do seu trabalho, como por exemplo em Centrais Hidrelétricas. Sua avaliação é de extrema importância, visto que são empresas que podem causar impactos ambientais e/ou ferir pessoas.

O assistente técnico tem aptidão para trabalhar em empreiteiras, por exemplo. Seu trabalho pode estar inserido em serviços públicos também. Lembrando que isso vai depender do contexto no qual ele foi contratado.

A função do assistente técnico pericial é avaliar o laudo pericial e apontar contradições como o apoio dos advogados envolvidos na causa. Ele não pode ter envolvimento direto com as partes, pois seu papel é destacar provas que funcionem como embasamento de informações para o Perito Judicial.

Quando seu trabalho estiver relacionado às decisões da Justiça, ou seja, quando um perito é nomeado pelo juiz como Perito Judicial, este tem o dever de auxiliar o juiz na conclusão de casos complexos.

O papel do Perito Engenheiro Judicial é traduzir e apresentar questões técnicas para a análise do laudo pericial. É importante que esse profissional desenvolva um material de comunicação simples para que haja um entendimento concreto da parte do juiz, advogados e partes envolvidas no processo.

Como ser e qual a área de atuação do Perito Engenheiro?

Para ser um Perito Engenheiro Civil é fundamental possuir formação nas áreas da engenharia. Porém, somente a graduação não é o suficiente para assumir a posição como perito. As formações de nível superior para atuar na área exigidas são:

  • Engenharia Civil
  • Engenharia de Segurança do Trabalho
  • Engenharia Química e Engenharia Ambiental
  • Engenharia Elétrica e Engenharia da Computação
  • Engenharia Mecânica

É importante que esse profissional possua conhecimentos multidisciplinares, como:

  • Direito
  • Mercado imobiliário
  • Meio ambiente

Existem cursos de especialização para ingressos na carreira de Perito Engenheiro Civil. Porém, mais do que isso, é fundamental possuir determinadas competências e conhecimentos técnicos. Nesse contexto, o perito deve ter boa interpretação e saber argumentar de forma clara e objetiva para apresentar os fatos contraditórios em um laudo pericial.

O Perito Engenheiro Civil pode atuar com:

  • Perícia judicial
  • Assistência técnica
  • Escritórios de advocacia
  • Seguradoras
  • Bancos
  • Prestação de serviço a empresas de construção civil
  • Avaliação de imóveis

Ter noções sobre o Código de Processo Civil contribui para que o Perito Judicial ou assistente técnico sejam mais assertivos em suas análises.

Qual o salário de um Perito Engenheiro Civil?

Para ser um Perito Judicial é importante ter em mente que não há um piso salarial definido para atuar na área. Os serviços costumam ser pagos por meio de honorários, podendo sofrer variações de acordo com a complexidade de cada caso.

O Perito Judicial recebe conforme cada laudo técnico pericial realizado, tendo condições: o valor acordado entre as partes, características do caso e o tempo que esse profissional levará para fazer a perícia.

O pagamento de honorários é feito sempre após a entrega do laudo técnico, contendo todos os apontados dos assistentes técnicos envolvidos no processo.

O acordo para o pagamento do perito judicial funciona da seguinte maneira:

  • O Perito Judicial é nomeado e intimado pelo juiz para apresentar sua proposta de honorários.
  • O início da análise pericial desse profissional se dá após o pagamento de honorários à justiça.
  • Ao entregar o laudo técnico para o juiz, o Perito Judicial recebe a quantia depositada.

O pagamento integral dos honorários deve ser feito antes do início da perícia diretamente na conta da justiça, que irá aprovar a proposta com o perito.

O Perito Engenheiro Civil recebe em média R$ 320,00 por hora trabalhada, mas conforme a tabela do Ibape-SP, o mínimo pago para esse profissional é de R$ 210,00 por hora. Caso sua atuação seja como assistente técnico, é possível cobrar por serviço, onde o valor pode subir para R$ 1.200 de acordo com a perícia.

As empresas que mais buscam por peritos engenheiro civil são as hidrelétricas. A demanda no mercado é vasta tanto para assistentes técnicos como peritos judiciais. É notável que existe muita procura, mas poucos profissionais qualificados para atender



Deixe um comentário

Open chat